terça-feira, 13 de novembro de 2012

O querer da paciência

A gente ouve falar muito de gente que quer demais, mas também há aqueles que querem de menos.
Aqueles que querem sossego, descanso, paz.
Que um dia quiseram tanto que hoje em dia não sabem se querem mais.
Não sabem o que querem, que deviam querer ou se sequer deviam querer alguma coisa.
Vai ver que se não sabemos, não queremos. Ou não queremos saber?
Queria mesmo paciência pra saber lidar com essa falta de querer....

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

É que eu ando sentindo a sua falta...



Eu sonhei com você hoje, Dani.
Você estava linda! Estonteante, irradiando felicidade...
No sonho eu estava chateada,  pra baixo. Você entrou tão feliz e sorridente que eu logo esqueci os meus problemas.
Te cumprimentei, disse como você estava linda e como eu estava com saudade. Você respondeu que estava melhor agora e que estava tudo bem.  Fui preparar alguma coisa pra você mas você sumiu. Quando eu ia voltar a ficar triste, aparecestes outra vez. Disse que precisava ir, que chegara a hora. Me deu um abraço, repetindo que estava bem e fostes embora com a mesma beleza que chegastes.

Acordei e tive a impressão de ser uma despedida. Sei que você está melhor, Danizinha,  é que eu ando sentindo a sua falta... Tem feito um vazio tão grande no meu cotidiano, que eu nem sei. Não sei como explicar, eu escuto às bandas que a gente gostava, seja jonas brothers, nirvana, paramore ou o bom e velho MPB. As lembranças do show do paramore ou de quando você veio aqui em casa e me mostrou uma porção de fotos! Ah, Dani, você sempre foi tão linda. E especial. Tô com saudade. Acho que vou ter saudade pra sempre... Então essa aqui é a minha despedida. Vou te guardar no coração. A menina forte, linda, sorridente, apaixonada pela música.  Essa é a Dani que eu vou  guardar comigo. A minha Dani. ♥
 

 Dani - 28.05.94
           18.09.12

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Deixaste saudade



Fiquei de escrever há muito, mas as palavras me escapavam
Deixando apenas a tristeza no vazio deixado por ti.


Tem dias dias que tudo me lembra você
Aquela banda tocando na rádio
As piadinhas sem graça, mas que você ria por amizade
Quando você arrumava meu cabelo, com carinho, como só você sabia
A gente ficou um tempo longe 
Você estava construindo sua família
De longe eu via e achava que tudo ia ficar bem
Então veio esse câncer. Voltou, na verdade. 
Você o tinha superado uma vez, por que não superaria de novo?
Sempre fora forte. Tivera de ser. 
Eu te visitava e te via sofrer. 
Sofria contigo.
Mas ainda nos últimos dias, não negara um sorriso
Aquela sua aparência frágil, magra e pálida
Tentava a substituir a bela imagem 
Que eu mantinha de você. Saudável. Bonita, como sempre fora.
E antes que eu me desse conta, fostes levada de mim. De nós.
Uma amiga, uma mãe, uma filha, esposa, irmã e companheira. Uma anja.
Fostes levada ao seu lugar de direito. 
Mas deixou saudade. 









Nai - 23.05.2012


quarta-feira, 25 de julho de 2012

Tentativas

A verdade é que todos somos difíceis de lidar
Só precisamos achar alguém disposto a tentar...

terça-feira, 10 de julho de 2012

Estamos vivendo numa sociedade de pessoas reprimidas.
Mas que uma hora explode.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Ser bom é um defeito

Sabe qual nosso problema?
É que nós somos bons. Somos bons até demais.
Somos tão bons que por vezes somos esquecidos.
Pisados, abusados, colocados para trás.
Não somos notados com bons,
somos notados como úteis.
Mas não sempre úteis, apenas quando lhe somos convenientes.
Não há mutualismo, apenas um de nós sai a ganhar.
Quando nos damos conta já estamos a  fazer
aquilo que dizíamos não fazer nunca.
Deixamos nos subordinar a troco de nada.
Apenas trabalho e raiva se acumulam.
Então, quando você se perguntar para onde foram as pessoas boas,
lembre-se de que um  dia você pisou em cima de várias.

Ser bom é o único defeito
Do qual no orgulhamos.
Pois apesar de nos maltratar
Nos mantém acima de vocês.
Ignorantes.

domingo, 1 de julho de 2012

Acordar em vão

Típico dia em que você mal acorda e percebe que deveria ter ficado dormindo.
Gente ignorante pela manhã me dá indigestão.

sexta-feira, 22 de junho de 2012

O sentir

Escrever é mais fácil que falar
Assim como
Sorrir é mais fácil que explicar.
Certas coisas são sentidas.

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Vagando sem sentido

A verdade é que as pessoas te perguntam sem querer mesmo prestar atenção na resposta, afirmam coisas para que a gente concorde subordinadamente, sem opção. Respondemos coisas mecânicas para que não seja gerado atrito, mas acabamos por sair magoados. A vida tem andado sem sentido, só por andar.

terça-feira, 5 de junho de 2012

humanity

Vejo seres humanos,
mas não vejo humanidade.
Sentimentos se perdem,
a grosseria se expande...
Já está passando da hora
de aprender a agir em prol dos outros.
Parar de olhar pro próprio umbigo e começar a olhar pra frente.
Até porque se fosse pra ser visto o tempo todo o umbigo não ficaria na barriga,
fazendo com que andes cabisbaixo para ser focado.
É preciso andar erguido, mas tomar também cuidado
para não erguer demais e acabar nariz em pé.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Faça sua parte!

Por um mundo onde a realidade seja melhor quando estamos acordados.
Faça sua parte, não estrague o dia de ninguém por uma semana e sinta os resultados!

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Felicidadezinha estranha dentro de mim
me sinto tão bem!
Talvez um dia você entenda....
Mas não adianta esforçar-se em vão!
É preciso não estar sozinho,
para sentir tal  presença de espírito
mesmo estando só em fronte a uma multidão.

domingo, 20 de maio de 2012



E a gente vai dizendo que tá tudo bem, até que tudo comece a ficar.

sábado, 12 de maio de 2012

Alguém que lhe convém

Vai ver que você fez o que podia,
para acreditar que não estava sozinha.
Apegada a alguém,
que você não queria viver sem.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Deixando-me levar

Cada um enfrenta seus problemas do seu jeito
Uns bebem, outros gritam e alguns fumam....
Eu choro.
E sigo chorando, lavando minha alma,
deixando levar meus problemas
em sua correnteza.
Deixando-me levar, com sutileza.

quinta-feira, 10 de maio de 2012


Eu vou levando a minha vida, com a minha experiência de vida, interpreto as coisas de uma determinada maneira, mas eu posso estar errado.
Renato Russo
E no fim do dia somos nós e nós mesmos....sozinhos.
Para lidarmos com o que tivermos que lidar, mesmo que isso nos deixe em pedacinhos...

sábado, 5 de maio de 2012




Sir Nicolas, Nicolau, Nicodemous, Nicolai  ou Nicássio mesmo. 
Meu companheiro, amigo fiel. 
Te deixo ir, na condição de ser mais feliz 
do que já fora aqui.
Se a tristeza bater, volta.
Volta pra mim, sua mamãe. 
Já sinto sua falta.
Mais do que é possível crer. 
Amo-te,
meu eterno lorde inglês.

terça-feira, 1 de maio de 2012

Parece se perder...

Perde-se ao vento,
o que escrevo.
A brisa leva a soprar.
Levemente passeia e toca
o mar, as ondas, as árvores e as praças.
Parece tocar tudo,
mas não consegue tocar você.
Parece se perder.

Poeta perdida

Meu lado poeta, escondo.
Encontra quem procura,
procura quem quer.

Escondo apenas daqueles que não querem
encontrar.

E esses não tem mesmo o que procurar.

Inversando

Escrevo o inverso
do inverso
in versos

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Não era flor de estufa.
Amava o sol, a rua,
a liberdade. 



(Jorge Amado, Capitães da Areia)

quinta-feira, 1 de março de 2012

Alforria

Cabocla não chore
sei os caminhos turvos são,
uma vez que se segue o coração

Cabocla,
dou-lhe a chance de partir
junta teus pertences, põe-se de novo a sorrir
Agora ergua-te.
Levanta-te e caminha
na certeza de que outra vez poderás estar sozinha

Não há como entender
por que a cabocla ainda chora
se já lhe foi dado, o direito de ir embora

Cabocla, vejo que teu coração sofre
e a pobreza te encurrala
mas ainda assim, Cabocla, pega teus sentimentos e parte da senzala

Sei que descobristes que o amor, com sua beleza,
pode, sim, se transformar em dor,
como tem te impregnado de tristeza

Agora, Cabocla, pares de chorar.
Se optas por ficar,
mas tua boca quer não calar
terei que te matar.